Associação Comercial do Amazonas Anuncia Apoio à Tero Carbon

Associação Comercial do Amazonas Anuncia Apoio à Tero Carbon

A Associação Comercial do Amazonas – ACA – anuncia apoio à Tero Carbon.

É com muita satisfação que a Tero Carbon comunica que acaba de receber mais um apoio institucional, agora da Associação Comercial do Amazonas – ACA. A associação, voltada à defesa dos interesses da classe comercial do Amazonas, entende que a mesma atenção dada ao papel das florestas e ao agronegócio do estado do Amazonas referente à mudança climática global, também deve ser considerado o potencial que o estado tem de tornar-se a principal base de exportação de uma nova commodity, o Crédito de Carbono, ensejando o advento de uma nova matriz econômica, com escala global.

Por esta razão, em carta de apoio, a ACA manifestou seu apoio público à Certificadora de Ativos Digitais Tero Carbon.

Leia a carta de apoio na íntegra:

Sobre a Associação Comercial do Amazonas – ACA

A Associação Comercial do Amazonas – ACA é uma organização sem fins lucrativos fundada em 1871 (152 anos) e tem sua atuação voltada, principalmente, à defesa dos interesses da classe comercial do Amazonas. É uma instituição pioneira na defesa da economia da Amazônia e das potencialidades da região.

Sobre a Tero Carbon

A Tero Carbon é uma certificadora digital de créditos e estoque de carbono. Criada em Manaus, em 2022, a empresa utiliza metodologias exclusivas, voltadas para a realidade brasileira e que seguem as orientações técnicas do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), além de ser a primeira do segmento com DNA genuinamente amazônico. Seu corpo técnico possui mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento de projetos de carbono florestal na Amazônia, com expertise sobre a logística da região e aspectos sociais das comunidades tradicionais. A certificadora utiliza a tecnologia blockchain para conferir segurança, confiabilidade e rastreabilidade ao processo de certificação de ativos ambientais e conta com o apoio de instituições renomadas do setor, entre as quais: Incubadora de Empresas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (IE-INPA), entidade ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, da Federação Nacional das Indústrias do Estado da Amazônia (FIEAM) e da venture builder VB92 Launch Hub.

Lançada Metodologia TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril Versão 1.0

Lançada Metodologia TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril Versão 1.0

Hoje foi lançada a Metodologia TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril, Versão 1.0. Agora, após o período de consulta pública e a revisão dos comentários provenientes da mesma, está pronta para receber projetos.

Cada metodologia lançada por nós, passa pelas seguintes etapas:

  • Anúncio de que haverá consulta pública, para que o público já esteja atento aos próximos passos;
  • Período de consulta pública, para que o público contribua com suas críticas e sugestões por meio do formulário online disponibilizado, pois dessa forma podemos construir juntos metodologias de acordo com a realidade brasileira e ainda, reforçar a transparência dos nossos processos; e
  • Análise de todas as contribuições recebidas. Essas sugestões, nós consideramos em nossa próxima atualização da metodologia.

Sobre a Metodologia TERO.004

A TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril é uma metodologia de Agricultura Florestas e Uso do Solo (AFOLU, sigla em inglês), nesta primeira versão, voltada para a cultura do Café em todo o território Brasileiro. A metodologia prevê a geração de Crédito de Carbono (por Remoção) Verificado, representado por uma tonelada de dióxido de carbono equivalente (tCO2e). O período de compromisso do projeto é ilimitado, ou seja, sua data de encerramento pode ser definida posteriormente mediante comunicação à certificadora e ao mercado.

O objetivo desta metodologia é a geração de ativos ambientais em projetos que promovam a remoção, conservação e preservação dos estoques de carbono em sistemas de cultivos agrossilvipastoril em todo território Brasileiro. É um incentivo aos agricultores que, por meio de suas atividades agrícolas, contribuem com o equilíbrio climático global.

O Estoque de Carbono da área do projeto poderá ser monitorado periodicamente mediante sua verificação. Todo incremento verificado dos estoques de carbono na cultura, será considerado Crédito de Carbono Verificado na quantidade excedente em relação ao máximo estoque mensurado anteriormente.

A metodologia, dentro do conceito de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), tem como co-benefícios a conservação e preservação da biodiversidade dos biomas e o desenvolvimento sustentável. Além da manutenção dos estoques de carbono da cultura agrícola, a silvicultura também é aceita como forma de enriquecimento do estoque de biomassa.

Sobre a Tero Carbon

A Tero Carbon é uma certificadora digital de créditos e estoque de carbono. Criada em Manaus, em 2022, a empresa utiliza metodologias exclusivas, voltadas para a realidade brasileira e que seguem as orientações técnicas do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), além de ser a primeira do segmento com DNA genuinamente amazônico. Seu corpo técnico possui mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento de projetos de carbono florestal na Amazônia, com expertise sobre a logística da região e aspectos sociais das comunidades tradicionais. A certificadora utiliza a tecnologia blockchain para conferir segurança, confiabilidade e rastreabilidade ao processo de certificação de ativos ambientais e conta com o apoio de instituições renomadas do setor, entre as quais: Incubadora de Empresas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (IE-INPA), entidade ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, da Federação Nacional das Indústrias do Estado da Amazônia (FIEAM) e da venture builder VB92 Launch Hub.

Lançada Metodologia TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas Versão 1.0

Lançada Metodologia TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas Versão 1.0

Hoje foi lançada a Metodologia TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas, Versão 1.0. Agora, após o período de consulta pública e a revisão dos comentários provenientes da mesma, está pronta para receber projetos.

Sobre a Metodologia TERO.003

A metodologia TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas, voltada para o bioma amazônico, inova ao gerar dois ativos ambientais: Estoque de Carbono Verificado e Crédito de Carbono Verificado, ambos equivalentes a uma tonelada de dióxido de carbono (tCO2e). Projetos que a adotam têm um compromisso ilimitado, renovável mediante comunicação à certificadora.

Os ativos são gerados pela preservação e aumento dos estoques de biomassa em áreas florestais, incentivando práticas que mantenham as florestas em pé. A renovação do Estoque de Carbono Verificado está sujeita à verificação periódica, com a possibilidade de gerar Créditos de Carbono Verificados adicionais.

A metodologia, dentro do conceito de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), tem como co-benefício a manutenção e preservação da biodiversidade e dos recursos hídricos. As atividades de silvicultura também são aceitas como forma de enriquecimento do estoque de carbono.

Sobre a Tero Carbon

A Tero Carbon é uma certificadora digital de créditos e estoque de carbono. Criada em Manaus, em 2022, a empresa utiliza metodologias exclusivas, voltadas para a realidade brasileira e que seguem as orientações técnicas do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), além de ser a primeira do segmento com DNA genuinamente amazônico. Seu corpo técnico possui mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento de projetos de carbono florestal na Amazônia, com expertise sobre a logística da região e aspectos sociais das comunidades tradicionais. A certificadora utiliza a tecnologia blockchain para conferir segurança, confiabilidade e rastreabilidade ao processo de certificação de ativos ambientais e conta com o apoio de instituições renomadas do setor, entre as quais: Incubadora de Empresas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (IE-INPA), entidade ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, da Federação Nacional das Indústrias do Estado da Amazônia (FIEAM) e da venture builder VB92 Launch Hub.

Primeira Certificação Tero Carbon

Primeira Certificação Tero Carbon

Hoje temos a satisfação de anunciar a primeira certificação realizada pela Tero Carbon. O Projeto Aruanã, além de certificado com base na metodologia TERO.001 – REDD+, foi verificado, gerando ativos ambientais (créditos de carbono verificados).

Ao todo, foram contabilizadas 2.240.307 tCO2e (toneladas de dióxido de carbono equivalente), montante suficiente para zerar as emissões de uma população estimada em 320 mil pessoas. O projeto trata de uma propriedade com área total de 12 mil hectares, localizada no município de Itacoatiara, no Amazonas, pertencente à Agropecuária Aruanã.

A geração desses créditos de carbono é referente a um período de 41 anos, de janeiro de 1980 a dezembro de 2020. O projeto incluiu a geração dos ativos ambientais provenientes de duas formas: Emissões Evitadas (relativas à renúncia do direito de desmatar, conforme o Código Florestal vigente) e Emissões Removidas (relativas ao reflorestamento de área degradada).

A verificação inova ao gerar certificados digitais do tipo NFT (em Inglês, Non Fungible Tokens), que foram disponibilizados na plataforma OpenSea, local onde os interessados podem encontrar as principais informações públicas relacionadas ao projeto e suas transações. Para o registro, a Tero Carbon ainda utilizou a rede pública Blockchain Polygon, dando uma identidade única às operações e, evitando-se assim, problemas como a dupla contagem.

Sobre a Agropecuária Aruanã

A Agropecuária Aruanã iniciou as suas atividades em 1969. O objetivo inicial era realizar o desmatamento de 50% da área, conforme permitido pelo Código Florestal vigente, para transformação em pastagens. Em 1975, após transformar pouco mais de 1 mil hectares de florestas em pastagens, os proprietários da área decidiram, voluntariamente, interromper a atividade pecuária e iniciar um processo de reflorestamento de espécies nativas. Atualmente, a propriedade possui a maior área de reflorestamento de castanheiras do Amazonas, com aproximadamente 1,4 mil hectares de plantios. Além de gerar empregos diretos e indiretos para as comunidades do entorno com a colheita da castanha, a propriedade ainda mantém o Instituto Excelsa, que produz e distribui mudas para famílias agricultoras da Amazônia.

Sobre o Projeto Aruanã

O projeto Aruanã é o primeiro verificado pela certificadora brasileira Tero Carbon, que utiliza metodologias especialmente desenvolvidas para a realidade nacional. O CEO da Tero Carbon, Francisco Higuchi, doutor em Ecologia e Manejo de Florestas Tropicais (UFPR/INPA/ FFPRI Japão) e que possui mais de 15 anos de experiência em projetos florestais e de estimativa de carbono na Amazônia, defende que o Aruanã é um caso de sucesso entre os projetos classificados como REDD+ (Redução de Emissões provenientes de Desmatamento e Degradação Florestal, incluindo a conservação e aumento dos estoques de carbono).

“A iniciativa reúne importantes questões ambientais, mas também sociais e econômicas. Existe a compreensão dos proprietários que eles fazem parte do ecossistema e que o manejo da área gera benefícios e impactos ecológicos, sociais e econômicos”

Francisco Higuchi, CEO da Tero Carbon

Sobre a Tero Carbon

A Tero Carbon é uma certificadora digital de créditos e estoque de carbono. Criada em Manaus, em 2022, a empresa utiliza metodologias exclusivas, voltadas para a realidade brasileira e que seguem as orientações técnicas do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), além de ser a primeira do segmento com DNA genuinamente amazônico. Seu corpo técnico possui mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento de projetos de carbono florestal na Amazônia, com expertise sobre a logística da região e aspectos sociais das comunidades tradicionais. A certificadora utiliza a tecnologia blockchain para conferir segurança, confiabilidade e rastreabilidade ao processo de certificação de ativos ambientais e conta com o apoio de instituições renomadas do setor, entre as quais: Incubadora de Empresas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (IE-INPA), entidade ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, da Federação Nacional das Indústrias do Estado da Amazônia (FIEAM) e da venture builder VB92 Launch Hub.

Consulta Pública da Metodologia TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril está aberta

Consulta Pública da Metodologia TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril está aberta

A consulta pública da metodologia TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril está aberta!

A TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril é uma metodologia inovadora que, nesta primeira versão, é voltada para a cultura do Café em todo o bioma Brasileiro. Ela visa a geração de dois ativos ambientais: Estoque de Carbono Verificado e Crédito de Carbono Verificado, ambos equivalentes a uma tonelada de dióxido de carbono (tCO2e).

O período de compromisso do projeto é ilimitado e pode ser definido posteriormente.

Preservação do Meio Ambiente

A metodologia TERO.004 promove a manutenção, conservação e preservação dos estoques de carbono em sistemas de cultivos agrossilvipastoril em todo o território Brasileiro. O objetivo é incentivar projetos que contribuam para a mitigação das mudanças climáticas, recompensando agricultores que atuam na preservação do meio ambiente.

Renovação e Co-Benefícios

Os projetos podem renovar seu Estoque de Carbono Verificado mediante submissão de um novo Inventário Florestal Amostral (IFA) e verificação pela Tero Carbon e auditoria independente. Se houver aumento nos estoques de carbono, serão gerados Créditos de Carbono Verificados adicionais.

Além de contribuir para a mitigação das mudanças climáticas, a metodologia promove a conservação da biodiversidade dos biomas e o desenvolvimento sustentável. A silvicultura também é aceita como meio de enriquecimento do estoque de biomassa.

Participe da Consulta Pública

A consulta pública da metodologia TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril está aberta! Envie suas sugestões e comentários até 23h59 do dia 06/12/2023 por meio de nosso formulário disponível na página da Consulta Pública.

Segue abaixo o cronograma previsto para essa consulta:

  • 06/11/2023  à 05/12/2023 – Formulário online disponível para envio de comentários e sugestões acerca da Metodologia TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril.
  • 06/12/2023  à 29/12/2023 – Análise de todas as  contribuições provenientes do formulário público.
  • À definir – Seminário online para apresentar a visão geral da Metodologia TERO.004 – Estoque de Carbono em Sistema Agrossilvipastoril e também interagir com o público

Sobre a Tero Carbon

A Tero Carbon é uma certificadora digital de ativos ambientais, crédito e estoque de carbono. Trabalhamos com metodologias exclusivas, desenvolvidas por instituições parceiras, que foram submetidas e aprovadas em instrumento de Consulta Pública.

Desenvolvemos um processo independente para certificação de projetos de carbono e verificação de ativos ambientais, apoiados em uma plataforma tecnológica desenvolvida para acelerar estes processos. Emitimos certificados de geração, transferência e aposentadoria de créditos de carbono utilizando a tecnologia Blockchain para assegurar segurança, transparência e rastreabilidade aos ativos.

Compartilhamos e apoiamos as melhores práticas do mercado para entregar um ativo de qualidade, apoiados em critérios de elegibilidade e salvaguardas socioambientais, em concordância com as melhores práticas de mercado, como as estabelecidas pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) da Organização das Nações Unidas (ONU) e os Princípios Fundamentais do Carbono (Core Carbon Principles). Somos uma entidade

Consulta Pública da Metodologia TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas está aberta

Consulta Pública da Metodologia TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas está aberta

Consulta Pública da Metodologia TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas está aberta!

A TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas é uma metodologia de Agricultura Florestas e Uso do Solo (AFOLU, sigla em inglês), nesta primeira versão, voltada para o Bioma Amazônia. Ela traz como inovação a geração de dois ativos ambientais: (a) Estoque de Carbono Verificado e (b) Crédito de Carbono Verificado, ambos representados por uma tonelada de dióxido de carbono equivalente (tCO2e). O período de compromisso dos projetos que optarem por esta metodologia é ilimitado e podem ser renovados periodicamente, mediante comunicação à certificadora e ao mercado.

Os ativos são gerados por meio da preservação e incremento dos estoques de biomassa em todas as áreas de floresta de propriedades rurais, incluindo a Reserva Legal (RL) e as Áreas de Preservação Permanente (APPs). O objetivo é incentivar atividades que mantém a floresta em pé, gerando ativos (crédito e estoque de carbono) que beneficiem proprietários rurais que demonstrarem sua contribuição para a mitigação da mudança climática.

O Estoque de Carbono Verificado da área do projeto poderá ser renovado periodicamente mediante submissão de novo do Inventário Florestal Amostral (IFA) e sua verificação, feita pela Tero Carbon e auditoria independente. Se for constatado aumento dos estoques de carbono na floresta, será também gerado Crédito de Carbono Verificado na quantidade excedente em relação ao máximo estoque mensurado anteriormente.

A metodologia, dentro do conceito de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), tem como co-benefício a manutenção e preservação da biodiversidade e dos recursos hídricos. As atividades de silvicultura também são aceitas como forma de enriquecimento do estoque de carbono.

Consulta Pública da Metodologia TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas está aberta

Envie sugestões e comentários até 30/11/2023 por meio de nosso formulário que está disponível na página da Consulta Pública.

Segue abaixo o cronograma previsto para essa consulta:

  • 01/11/2023  à 30/11/2023 – Formulário online disponível para envio de comentários e sugestões acerca da Metodologia TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas.
  • 01/12/2023  à 15/12/2023 – Análise de todas as  contribuições provenientes do formulário público.
  • À definir – Seminário online para apresentar a visão geral da Metodologia TERO.003 – Estoque de Carbono em Florestas  e também interagir com o público

Sobre a Tero Carbon

A Tero Carbon é uma certificadora digital de ativos ambientais, crédito e estoque de carbono. Trabalhamos com metodologias exclusivas, desenvolvidas por instituições parceiras, que foram submetidas e aprovadas em instrumento de Consulta Pública.

Desenvolvemos um processo independente para certificação de projetos de carbono e verificação de ativos ambientais, apoiados em uma plataforma tecnológica desenvolvida para acelerar estes processos. Emitimos certificados de geração, transferência e aposentadoria de créditos de carbono utilizando a tecnologia Blockchain para assegurar segurança, transparência e rastreabilidade aos ativos.

Compartilhamos e apoiamos as melhores práticas do mercado para entregar um ativo de qualidade, apoiados em critérios de elegibilidade e salvaguardas socioambientais, em concordância com as melhores práticas de mercado, como as estabelecidas pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) da Organização das Nações Unidas (ONU) e os Princípios Fundamentais do Carbono (Core Carbon Principles). Somos uma entidade certificadora da Amazônia e do Brasil.